Fapec não revisa nota de professores para SAD-MS no prazo e culpa surto de covid e H3N2

O prazo dado pelo Governo era até o meio-dia desta segunda-feira (7)

| MIDIAMAX/LUCAS MAMéDIO


Fapec deveria ter revisado notas em seleção da SAD-MS até meio-dia de segunda-feira - (Foto: Divulgação)

A Fapec (Fundação de Apoio à Pesquisa, ao Ensino e à Cultura) ainda não encaminhou à SAD-MS (Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização) a nova lista de classificação dos 16.772 candidatos que participaram do processo seletivo para preenchimento das vagas de professores temporários na Rede Estadual de Mato Grosso do Sul. O prazo dado pelo Governo era até o meio-dia desta segunda-feira (7).

Em nota, a Fapec alegou que, além do prazo ser curto, já que a solicitação foi feita na última quinta-feira (3), parte da equipe da instituição foi atingida pelas doenças Covid-19 e influnenza A H3N2.

“Em que pese todo esforço e zelo desta Fundação não foi possível terminar toda a revisão até as 12 horas do dia 7 de fevereiro de 2022, diante do exíguo prazo, bem como em razão do fato de que parte de nossa equipe foi atingida pela atual onda de Covid-19 e H3N2, o que momentaneamente sobrecarregou nossa capacidade de atendimento, sendo solicitado ao governo do Estado a dilação do prazo conferido', disse parte da nota.

Ainda segundo a Fapec, está sendo realizada a revisão da documentação de todos os 16.772 candidatos, ou seja, a análise individual de toda fase de análise de títulos, a fim de que seja mantida a lisura e transparência de todo o certame. Um novo prazo para envio da revisão, no entanto, não foi divulgado. 

Erro e editais cancelados

A Fapec (Fundação de Apoio à Pesquisa, ao Ensino e à Cultura) admitiu que errou na avaliação dos candidatos a professores temporários na Rede Estadual de Ensino. Segundo nota oficial publicada pela instituição, o erro foi em uma das etapas, a prova de títulos. 'No dia 1° de fevereiro de 2022 realizou o envio da classificação dos candidatos selecionados em seu componente curricular e nas modalidades APEES (Apoio Pedagógico Especializado para Estudantes Surdos) e APE (Apoio Pedagógico Especializado), em documentos separados. No dia 2 de fevereiro, os candidatos entraram em contato com a Fapec informando um equívoco no resultado de suas habilitações', começa explicando a nota.

Diante da constatação, ainda conforme a Fapec, foi decidido que será feita a revisão em todos os resultados. E que até o meio-dia desta segunda-feira (7) vai encaminhar o arquivo à SAD (Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização) para nova republicação. 'Diante do ocorrido, a diretoria da Fapec decidiu, nesta sexta-feira (4) interromper o atendimento ao público para dedicar-se completamente a revisão das listagens, comprometendo-se em entregar, até a próxima segunda-feira, os resultados revisados para republicação', termina a nota.

Candidatos prejudicados

Segundo um grupo de 250 professores candidatos, que divulgaram uma carta aberta nesta sexta-feira (4), são três os principais questionamentos que envolvem a seleção, e todos têm relação com a mesma etapa, a prova de títulos. A primeira reclamação tem como base a dificuldade de anexar os títulos no site da Fapec, quando muitos candidatos não conseguiram anexar seus documentos, ou quando conseguiram tiveram alguns deles ignorados na avaliação da banca, o que pode ter causado prejuízo na nota final.

O segundo questionamento é justamente a resposta dos recursos protocolados pelos candidatos em relação aos erros citados acima. 'Tal fato ocasionou pontuações erradas, recursos indeferidos sem justificativa, não habilitação do profissional para o exercício do trabalho. Relatamos também, instabilidade e oscilação sistêmica na página da empresa responsável FAPEC-MS', diz trecho da nota, articulada pela candidata Juliane Barbosa Correa junto aos demais professores. Ela também alega não ter conseguido anexar alguns documentos.

Suspensão da lista de aprovados e 3º questionamento

A partir das inúmeras reclamações e do reconhecimento por parte do Governo de que a Fapec deveria se explicar, a SAD (Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização) e a SES (Secretaria de Educação) anularam sete editais relacionados ao processo seletivo dando como motivo 'inconsistências verificadas pelas secretarias', sem explicar quais exatamente.

Em nota, as duas secretarias notificaram a Fapec para que ela apresente resposta às reclamações até a próxima segunda-feira (7), assim como o encaminhamento das reanálises para publicação dos editais com eventuais novas listas de aprovados.

Essa medida causou o terceiro questionamento dos candidatos, que não sabem como a publicação dos novos editais vai acontecer. 'Por isso, necessitamos de um posicionamento claro e efetivo das instituições responsáveis. De uma explicação clara e detalhada quanto a esse erro, sua retificação e uma nova abertura de inclusão de prova de títulos', finaliza a nota dos candidatos.

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9.9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE