Criança que morreu em UPA de Dourados sofreu traumatismo craniano, aponta perícia

Vítima teve parada cardiorrespiratória ao dar entrada na unidade de saúde

| MIDIAMAX/MARCOS MORANDI


Caso segue em investigação (Foto: Osvaldo Duarte)

A menina de 7 anos que morreu ao dar entrada na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) em Dourados, no início da tarde desta segunda-feira (1º), sofreu traumatismo craniano encefálico. É o que aponta o laudo feito pela equipe da perícia que acompanha o caso.

Conforme as primeiras informações, a criança chegou na unidade de saúde com vários ferimentos pelo corpo. Segundo familiares, ela teria sofrido uma queda de um banco. Entretanto, um primeiro levantamento indicava que as lesões não seriam compatíveis com os relatos.

Apesar disso, as lesões que a menina tinha no corpo não eram compatíveis com o relato. Com a suspeita de se tratar de um caso de maus-tratos, Conselho Tutelar foi acionado. A criança acabou sofrendo uma parada cardiorrespiratória e faleceu.

Mesmo com o laudo que aponta traumatismo, o caso segue em investigação pela 2ª Delegacia de Polícia Civil de Dourados. Os policiais querem saber se a grave lesão no crânio foi causada por uma queda acidental ou por agressões. 

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9.9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE