Preços do milho sobem quase 8% em novembro; confira cotações

| CANAL RURAL


Os analistas indicam que, nas próximas semanas, o mercado do milho deverá ser marcado pelas especulações em torno do clima - Crédito: Arquivo/Dourados News

Os preços do milho no Brasil subiram 7,8% em novembro, impulsionado pela demanda interna mais efetiva, segundo a Safras Consultoria.

Os analistas da consultoria indicam que as próximas semanas devem ser marcadas pelas especulações em torno do clima.

Apesar das expectativas apontarem para uma melhora das chuvas no centro-norte do Brasil, ainda há incertezas sobre a regularidade das precipitações, o que deve manter os produtores na defensiva em termos de negócios.

A boa demanda para o milho brasileiro na exportação, por outro lado, tende a perder um pouco de força devido ao maior interesse no cereal norte-americano.

Mesmo assim, os volumes exportados pelo Brasil neste ano deverão ser muito bons, oscilando entre 55 e 57 milhões de toneladas.

No cenário internacional, o viés foi negativo para os preços ao longo de novembro, com a boa entrada da safra norte-americana de milho e a sinalização de melhora do clima para o desenvolvimento das lavouras na Argentina e no Sul do Brasil.

Preços internos do milho O valor médio da saca de milho no Brasil foi cotado a R$ 61,93 na quinta-feira (30).

No mercado disponível ao produtor, o preço do milho em Cascavel, Paraná, subiu 13,21% durante o mês, passando de R$ 53 para R$ 60. Em Campinas/CIF, a cotação avançou 3,10% ao longo de novembro, passando de R$ 64,50 para R$ 66,50. Na região da Mogiana paulista, o cereal foi cotado a R$ 65, aumento de 8,33% frente ao encerramento de outubro, quando foi cotado a R$ 60.

Em Rondonópolis, Mato Grosso, a cotação da saca subiu 4,65% ao longo do mês, de R$ 43 para R$ 45. Já em Erechim, Rio Grande do Sul, o preço passou de R$ 65 para R$ 68 na venda, subindo 4,62% em novembro.

Em Uberlândia, Minas Gerais, o preço na venda ficou em R$ 66 a saca, alta de 10% frente aos R$ 60 do final de outubro. E em Rio Verde, Goiás, o preço na venda aumentou 10% ao longo do mês, de R$ 50 para R$ 55.

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9.9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


ÚLTIMAS NOTÍCIAS





























































PUBLICIDADE
PUBLICIDADE