Mãe de menina morta após agressões de padrasto homenageia a filha em rede social

Menina estava há dois meses internada na Santa Casa de Campo Grande

| TOP MíDIA NEWS/ANGéLICA COLMAN


Menina foi agredida pelo padastro em dezembro - Crédito: Reprodução / Redes Sociais

Mãe da menina de 11 anos que morreu após ser agredida, abusada e queimada pelo ex-padrasto, em Sidrolândia, a 70 quilômetros de Campo Grande, postou um vídeo nas redes sociais, em homenagem à filha. 

Com fotos e vídeos, a mãe escreveu “Te amo para sempre”, e adicionou ao vídeo a música “Falta que você faz”. Familiares e amigos se solidarizaram com a mãe. 

A menina morreu neste sábado (10), na Santa Casa de Campo Grande, após dois meses internada. A informação sobre a morte foi confirmada por um familiar da menina, e segundo o site O Pantaneiro, o sepultamento foi realizado hoje (12), em Aquidauana, pela manhã.

Ela e sua irmã de 3 anos, estavam em casa, dormindo, quando o ex-padrasto, Lucas Cáceres Kempener, de 24 anos, foi ao local, enquanto a mãe trabalhava, as agrediu e incendiou o imóvel. O homem foi preso na sexta-feira (8), após fugir de uma abordagem policial em Nioaque, mas foi solto na época por falta de provas.

Na data do crime, vizinhos viram o homem saindo da casa em uma moto sem prestar socorro. Ele morreu em troca de tiros com a polícia, em 24 de janeiro, após reagir a uma abordagem.

As vítimas foram transferidas de Sidrolândia para a Santa Casa de Campo Grande com traumatismo craniano e 70% do corpo queimado.

A menina de 11 anos precisou ter um dos braços, parte da perna direita e dedos da mão esquerda amputados. Ela sofreu um corte profundo na cabeça.

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9.9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


ÚLTIMAS NOTÍCIAS





























































PUBLICIDADE
PUBLICIDADE